Home » » [Crónica Semanal] Naruto & Studio Pierrot

[Crónica Semanal] Naruto & Studio Pierrot

Esta será a primeira edição da crónica semanal do blog. Será uma rúbrica onde o redactor responsável expressa a sua opinião pessoal sobre um tema previamente escolhido, podendo estar relacionado com algum assunto anime/manga, Naruto propriamente ou alguma intriga da cultura japonesa. Hoje o tema que escolhi, como podem verificar, consiste na relação entre Naruto e a Studio Pierrot, produtora do anime e como intermédio a opinião geral dos fãs.


Começo por dizer que devido à introdução dos fillers que caracterizam esta produtora, a mesma tem vindo a ser ligeiramente underrated. É certo que o enredo nesses episódios/sagas é quase sempre horrível, não só em Naruto como Bleach ou até mesmo Beelzebub, e até a produção visual é por vezes prejudicada, mas não se pode esquecer que estas estes séries enormes, as ditas "mainstream", precisam deste mesmo preenchimento para a franquia subsistir. Tendo a influência que têm, a produtora não se pode dar ao luxo de quebrar o ritmo fazendo como em diversas séries geralmente mais pequenas, quando criam intervalos de tempo entre as temporadas/arcos. Se ao invés de criarem sagas completamente filler criarem uns quantos semi-fillers acabará por prejudicar o enredo, nomeadamente para os que lêem a manga.

Com isto, devem estar a achar contraditório eu estar a criticar negativamente os filler e, por outro lado, estar a defender que os mesmos existam. Bem, o que eu quero transmitir primeiro é que, quando realmente o anime está demasiado perto dos capítulos semanais, não se deve julgar o facto de eles existirem, mas sim como está a ser a existência deles. O ponto fraco da Studio Pierrot, é, maioritariamente, a falta de qualidade, o facto dos enredos que produz serem constantemente descabidos acaba por ser o grande dilema que a produtora tem de resolver. Até porque, se formos a ver, se a história das sagas for boa é da maneira que os espectadores não reparam que algo não está certo e que os leitores vêm algo completamente novo que, apesar de em nada contribuir para história, entretém e diverte. É aí que, por exemplo, a Toei Animation, produtora de One Piece, supera a Pierrot.

Confesso que ultimamente não tem sido tanto a questão da falta de qualidade dos fillers que tem desmotivado os fãs mas sim o facto de constantemente estarem a insistir neles. Até porque contra factos não há argumentos e, concluído o arco que estamos a passar agora, mais de metade dos últimos 100 episódios tiveram a singela função de encher. Este é o segundo ponto que a Pierrot tem de reflectir.

Como último ponto, numa de por uns paninhos quentes sobre a nossa estimada produtora, deve-se reconhecer que, apesar do grande problema que tem em relação sagas filler temos muito que agradecer à mesma; a tremenda soundtrack que possui (na minha opinião, uma das melhores de sempre), uma animação/char-design que, quando estável, é do melhor que há relativamente aos mainstream, um lote tão grande de filmes e outros especiais, são bons exemplos.

Não se pode estar sempre a mandar abaixo um estúdio por um assunto quando possui tantos outros fascinantes pontos, que cativaram tantos fãs ao ponto de tornar este anime o mais popular dos Estados Unidos da América e um dos mais populares em todo o mundo!

Blog Archive

Popular Posts

Powered by Blogger.