Home » » [Mitologia Japonesa Parte I] Izanagi e Izanami

[Mitologia Japonesa Parte I] Izanagi e Izanami

Antes de mais quero pedir desculpa pela minha ausência nestes últimos meses. Com o começo da escola foi-me impossível postar, contudo tentarei equilibrar melhor as coisas e ser mais activo. ;/

------------------------------------------------------------------------

Ora muito bem caros leitores, esta semana trago-vos um artigo onde tenciono explicar a Mitologia Japonesa. Talvez nem todos saibamos que grande parte do que vemos no anime de Kishimoto foi inspirado nesta, sendo assim, porque não? Tentarei dividir por partes, pois seria demasiada informação para um só artigo, como devem calcular. Sendo assim, fiquem com a história de Izanagi e Izanami, que vos ajudará a entender melhor alguns aspectos do clã Uchiha. Espero que gostem.

Nota: Existe diversas formas de contar a lenda. Eu escolhi a mais comum.

Izanagi e Izanami

Conta a lenda que, depois de o Mundo ter sido criado, o “Céu e a Terra” eram apenas uma massa informe e macia que ainda estava em evolução e precisava de ser terminada. Assim, os deuses que tinham surgido com sua criação, conhecidos como Kotoamatsukami, reuniram-se para discutir o destino da Terra, acabando por decidir escolher alguém que ficasse encarregue da missão celestial – que consistia em criar as ilhas sagradas (o Japão, por assim dizer).

Depois de muita ponderação, a missão ficou a cargo do casal mais jovem de deuses, Izanagi e Izanami. Para os facilitar, os Deuses ancestrais entregaram-lhes a Ame-no-nuboko (A Lança Sagrada em português), coberta de pedras preciosas, com o objectivo de lhes facilitar a árdua tarefa que lhes tinha sido incumbida.

Nesse sentido, Izanagi e Izanami deslocaram-se à Ponte Flutuante, que ligava o Céu à Terra e, com a Lança Sagrada, começaram a transformar a massa informe.

 
Os Deuses Izanagi e Izanami a usarem a Lança Sagrada.

Enquanto prosseguiam com a tarefa, o casal teve a ideia de arremessar a lança ao oceano, para ver o que sucederia. Ao fazê-lo, nada aconteceu, contudo, ao erguê-la, caíram gotas de água salgada que quando se misturaram com o oceano formaram a ilha Onogoro-shima. Logo após formarem esta ilha, ambos os Deuses desceram da ponte e formaram um templo à sua homenagem.

E aí viveram algum tempo, acabando por casarem e procriarem aí mesmo, dando origem a inúmeros deuses. Seguiram-se a criação das ilhas do Japão, e o casal viveu feliz durante bastante tempo.

Porém, algo de terrível aconteceu. Izanami preparava-se para ter mais um filho, Kagutsuchi, o Deus do Fogo, mas o parto revelou-se particularmente difícil. No momento em que nasceu, Izanami ficou gravemente queimada, acabando até por morrer. Izanagi, ao ver morrer a sua esposa amada, ficou possuído por um ódio insano e, pegando na sua espada de dez palmos, assassinou Kagutsuchi.

Partiu então para o Yomi (o Mundo dos Mortos) em busca de Izanami. Quando a encontrou, viu que sua esposa já não era a mesma. A bela Deusa de antes tinha-se convertido num cadáver e parte do seu corpo já estava putrefacto. Do seu corpo, surgiram outros Deuses horrendos e a própria Izanami, envergonhada pela sua aparência, ordenou aos seres aterradores do mundo de Yomi que matassem Izanagi, para este se juntar a ela. Todavia, Izanagi fugiu.

Depois, o Deus sentiu a necessidade de se purificar no Lago Sagrado. Amaterasu (a Deusa do Sol) nasceu quando Izanagi lavou o seu olho esquerdo no lago; Tsukuyomi (o Deus da Lua), nasceu após ter sido lavado o olho direito; e Susanoo (o Deus do mar e das Tempestades) ao lavar o nariz. E, por fim, encarregou-os de controlar do mundo.

Blog Archive

Popular Posts

Powered by Blogger.